Você já ouviu falar na “Síndrome Mielodisplásica”?


Hoje, 25 de outubro, é Dia Mundial da Conscientização sobre este, que é um tipo de câncer no sangue. Trata-se de um distúrbio de insuficiência da medula óssea, que ocorre quando a medula óssea não produz glóbulos vermelhos, glóbulos brancos ou plaquetas suficientes, ou quando as células sanguíneas produzidas estão danificadas ou defeituosas. Isso significa que o corpo não pode se abastecer com o sangue de que necessita.

A MDS Foundation, uma organização internacional de apoio aos pacientes e familiares com SMD, criou esta data para chamar a atenção da população mundial sobre a existência da doença, visto que o diagnóstico correto e precoce é fundamental para alcançar uma sobrevida, inclusive, livre da doença.

O transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) é considerado a única maneira de potencialmente curar a SMD. Por isso, a SBTMO apoia esta campanha mundial, para ampliar as chances dos pacientes com SMD de alcançarem o tratamento adequado em tempo e, se houver indicativo de transplante, poder ser uma opção terapêutica segura. Entre os 32 centros que integram o grupo latino-americano de TCTH, o Brasil é o que possui maior índice de TCTHs realizados no período de 1988 a 2019.

A perspectiva é que haja de 22 a 45 casos por ano a cada 100.000 pessoas no mundo, o que inclui o Brasil. Mais comum entre a população de idosos, estima-se que 75% dos pacientes têm mais de 60 anos de idade. Por ser ainda subdiagnosticada, é difícil precisar o número exato de pessoas com SMD. Mas, atenção: embora mais raro, a doença também pode afetar pessoas mais jovens e, até mesmo, crianças.

Aproximadamente 30% dos pacientes com SMD podem evoluir para leucemia mieloide aguda (LMA), um tipo de câncer no sangue ainda mais agressivo. Por isso, as SMDs podem ser conhecidas como “pré-leucemia”. Como a maioria dos pacientes não desenvolve leucemia, a SMD costumava ser classificada como uma doença de baixo potencial maligno.

Os sintomas gerais associados à SMD podem incluir fadiga, tontura, fraqueza, hematomas e sangramento, infecções frequentes sem causa aparente e dores de cabeça.

A SMD tem características semelhantes às de outras doenças do sangue, como as anemias, que precisam ser consideradas antes de se chegar ao diagnóstico correto. Por isso, além de uma avaliação clínica completa, bem como análise do histórico do paciente, um exame da medula óssea (biópsia), é indicado quando as formas de anemia mais facilmente tratáveis já foram excluídas pela equipe médica.

A SBTMO apoia esta campanha mundial de Conscientização sobre SMD. Com conhecimento será possível ampliar as chances dos pacientes alcançarem o tratamento adequado em tempo e, se houver indicativo de transplante, que possa ser uma opção terapêutica segura.

Fontes de informações utilizados neste material:

What is MDS – MDS Foundation https://www.mds-foundation.org/what-is-mds/

Myelodisplastic Syndromes – Rare Diseases Organization – https://rarediseases.org/rare-diseases/myelodysplastic-syndromes/

What are Myelodysplastic Syndromes? American Cancer Society. https://www.cancer.org/cancer/myelodysplastic-syndrome/about/what-is-mds.html.

Duarte FB, Moura ATG, Funke VAM, Colturato VAR, Hamerschlak N, Vilela NC, Lopes LF, de Almeida Macedo MCM, Vigorito AC, de Almeida Soares RD, Paz A, Stevenazzi M, Diaz L, Neto AEH, Bettarello G, de Gusmão BM, Salvino MA, Calixto RF, Moreira MCR, Teixeira GM, da Silva CC, Simioni AJ, Lemes RPG. Impact of Treatment Prior to Allogeneic Transplantation of Hematopoietic Stem Cells in Patients with Myelodysplastic Syndrome: Results of the Latin American Bone Marrow Transplant Registry. Biol Blood Marrow Transplant. 2020 May;26(5):1021-1024. doi: 10.1016/j.bbmt.2020.01.030. Epub 2020 Feb 27. PMID: 32112981. Disponível em https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32112981/


Notícias Recentes

Institucional

ABHH e SBTMO alertam para o desabastecimento de imatinibe no Brasil; medicamento é indicado para tratamento de leucemia


admin, 14 de janeiro de 2022

Notícias

Citometria de Fluxo para monitorar a DRM-LLAb – é possível padronizar as análises?


admin, 20 de dezembro de 2021

Notícias

Eleitos os membros da nova gestão do Grupo de Trabalho de Gerenciadores de Dados em TCTH da SBTMO


admin, 6 de dezembro de 2021

Notícias

Consenso de TCTH Pediátrico é publicado no JBMTCT


Tati, 3 de dezembro de 2021