SBTMO disponibiliza resumo das alterações da 8ª edição FACT-JACIE

O tempo estimado para concluir o ciclo de certificação é de 2 anos.

O programa foi elaborado levando em consideração a realidade dos serviços brasileiros, e inclusive, contando com o retorno dos 39 centros de TMO que responderam à Pesquisa Online da SBTMO, criada exatamente para esta finalidade de analisar as especificidades do cenário nacional dos serviços.

Há mais de 20 anos a FACT estabeleceu padrões internacionais para coleta, processamento e administração de produtos de terapia celular hematopoiética.

Vale mencionar que o Brasil foi o pioneiro na América Latina ao conquistar em 2012 a acreditação FACT do serviço do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), que inclusive já foi reacreditado em 2015 e 2018.

Além de nosso país, até o momento a FACT já acreditou programas de terapia celular em 6 países: Canada, México, Nova Zelândia, Austrália, Singapura, Estados Unidos. Vale ressaltar que a acreditação FACT é baseada nos standards FACT-JACIE (The Joint Accreditation Committee ISCT-Europe & EBMT), que é o único órgão de acreditação oficial da Europa no campo do TCTH e da terapia celular.

Confira na íntegra em https://sbtmo.org.br/acreditacao/

SBTMO CONVIDA: CENTROS DE TCTH INTERESSADOS EM PARTICIPAR DE ESTUDOS SOBRE RECAÍDAS PÓS-TCTH

Seu centro de TCTH já realiza ou tem interesse em estudos científicos de prevenção e tratamento de recidiva?

Se sim, junte-se nós e venha fazer parte do novo grupo de trabalho da SBTMO: Recaídas Pós TCTH, que acaba de ser criado, tendo sua oficialização realizada durante o Multirregional SBTMO, no último dia 12 de março.

Para fazer parte, basta ser associado adimplente SBTMO e preencher o seguinte formulário https://bit.ly/sbtmo-convida-gt-recaidas-tcth até dia 16/04

Serão aceitos até dois representantes por instituição. Se este for o caso de seu Centro de TCTH, basta preencher um formulário para cada representante, inserindo o mesmo nome da Instituição.

Os centros que tiverem interesse poderão participar do survey sobre recaída que estará disponível pelo RedCap. As instruções serão enviadas posteriormente aos centros aprovados para integrar o grupo.

Caso tenha dúvidas, entre em contato conosco via comunicacao@sbtmo.org.br

SBTMO lamenta morte de Dr. Pinkel, um dos pioneiros no tratamento da LLA, aos 95 anos

Faleceu no último dia 9 de março, aos 95 anos de idade, o Dr. Donald Paul Pinkel. Nascido em Buffalo (EUA), no dia da independência do Brasil, 7 de setembro de 1926, Dr. Pinkel foi um dos médicos pioneiros no tratamento da leucemia linfoide aguda (LLA) em uma era em que a doença era uniformemente fatal.

Depois de sobreviver à poliomielite que contraiu no exército aos 28 anos de idade, com a saúde debilitada, como precisava morar em um local sem invernos rigorosos, aceitou o desafio do trabalho no recém-fundado St. Jude Children’s Research Hospital em Memphis, estado do Tennesee.

Inspirado na filosofia de tratamento da tuberculose com uso simultâneo de múltiplas drogas, iniciou o tratamento poliquimioterápico da LLA e, observando a grande incidência de recidivas em sistema nervoso central, instituiu a radioterapia profilática de crânio e neuro-eixo. Com apenas quatro drogas e radioterapia conseguiu curar metade das crianças ainda no início da década de 70. O tratamento combinado recebeu o nome de “Terapia Total,” mantido até os dias de hoje.

O hospital, que ainda tem o suporte da comunidade Americana Cristã Sírio-Libanesa, tornou-se um centro de tratamento de doenças pediátricas catastróficas, como leucemias, tumores cerebrais e anemia falciforme. A filosofia do serviço desde o seu início, foi oferecer tratamento de ponta para todas as crianças, independente de sua condição social. E teve imenso sucesso.

Dr. Donald Pinkel foi diretor do St. Jude Children’s Research Hospital entre 1961 e 1973. Recebeu vários prêmios e foi muitas vezes considerado para o Prêmio Nobel. Mesmo historicamente fora do ambiente universitário tradicional, o St. Jude é um dos centros de maior atividade de pesquisa na oncologia pediátrica e com maior contribuição para o estabelecimento de novos e bem-sucedidos protocolos de tratamento.

Muito obrigada, Dr. Pinkel, por transformar a vida das crianças com leucemia. Muito obrigada por sua incansável dedicação. Que seu exemplo esteja sempre vivo em nossos corações. Repouse em paz.

Para saber mais sobre o Dr. Pinkel, acesse: https://www.stjude.org/about-st-jude/stories/making-a-difference/donald-pinkel-md-led-st-jude-as-its-first-director.html

Oportunidade de Inclusão no Registro Multicêntrico de TCTH até 24/11

Saiba como participar

Você já faz parte do RBTCTH? (Registro multicêntrico de Transplantes de Células – Tronco Hematopoéticas autólogos e alogênicos para doenças malignas e não malignas realizados no Brasil e relatados no Center for International Blood and Marrow Transplant Research)

Até o dia 24 de novembro é possível manifestar o interesse em ingressar no programa e, com isso ser contemplado já nesta próxima emenda do projeto, que será submetida ao CEP proponente do estudo para, então, seguir à apreciação da CONEP e dos CEPs locais.

Você pode enviar uma mensagem manifestando o interesse em fazer parte do programa também para o e-mail: registrobrasileiro@sbtmo.org.br

Participe! Para iniciar o processo, clique aqui e preencha a ficha de cadastro para obter os dados dos centros e CEPs, e fazer a inclusão de seu centro no estudo.

Atualmente, são 62 centros aprovados pela CONEP para enviar os dados do TCTH ao CIBMTR. Destes, já há 60% (37) de aprovações dos CEPs locais, liberando a prática nos respectivos centros.

Registro Multicêntrico Brasileiro de TCTH ganha 6 novos Centros

Projeto passa a ter um total de 62 serviços aprovados pela CONEP para enviar os dados do TCTH ao CIBMTR

Em expansão, o “Registro Multicêntrico de Transplantes de Células-Tronco Hematopoéticas autólogos e alogênicos para doenças malignas e não malignas realizados no Brasil e relatados no Center for International Blood and Marrow Transplant Research” (RBTCTH) acaba de ganhar 6 novos centros. Com isso, o RBTCTH passa a ter um total de 62 centros aprovados pela CONEP para enviar os dados do TCTH ao CIBMTR.

Passam a integrar o programa:

  • Hospital Alemão Oswaldo Cruz
  • Hospital União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer
  • Hospital de Clínicas de Uberlândia
  • Hospital da Criança de Brasília José Alencar
  • Hospital Santos Dumont – Unimed São José dos Campos
  • Hospital Regional da Unimed – Fortaleza

Registro Brasileiro de TMO: você já conhece?

Você já conhece o “Registro Multicêntrico de Transplantes de Células-Tronco Hematopoéticas (TCTH) autólogos e alogênicos para doenças malignas e não malignas realizados no Brasil e relatados no Center for International Blood and Marrow Transplant Research (CIBMTR)”?

Idealizada pela SBTMO em parceria com o CIBMTR, a iniciativa conta com o apoio do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) e tem como propósito desenvolver um Registro Brasileiro de TMO, que poderá inclusive gerar dados para o SNT e, também, para o RBT/ABTO, possibilitando o acesso a um panorama do TCTH nacional. Além disso, os centros participantes são certificados pela SBTMO, com o apoio do SNT.

Atualmente, o programa conta com um total de 56 centros aprovados pela CONEP para enviar os dados do TCTH ao CIBMTR (confira a lista de centros aqui) dos quais 28 já estão ativos no registro.

Participe! Para iniciar o processo, clique aqui e preencha a ficha de cadastro para obter os dados dos centros e CEPs, e fazer a inclusão de seu centro no estudo.

Você pode enviar uma mensagem manifestando o interesse em fazer parte do programa também para o e-mail: registrobrasileiro@sbtmo.org.br ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Confira também: Os primeiros resultados do estudo “Registro multicêntrico de Transplantes de Células – Tronco Hematopoéticas (TCTH) autólogos e alogênicos para doenças malignas e não malignas realizados no Brasil e relatados no Center for International Blood and Marrow Transplant Research (CIBMTR)” podem ser acessados, clicando no botão abaixo. 

Inédito, o material apresenta um balanço das ações e indicadores gerados com base nos dados coletados entre 2008 a 2019, junto a 24 centros de TCTH brasileiros, que reportaram seus dados ao registro neste período . Ao todo, foram registrados 7.264 Transplantes.

Nova diretoria da SBTMO é empossada

Tomou posse na noite de ontem, 8 de outubro, a nova diretoria da SBTMO. A solenidade ocorreu durante a Assembleia Geral Ordinaria (AGO), que contou com a participação dos membros da agora diretoria anterior e dos associados adimplentes da entidade.

Compõem a gestão 2021-2024:

Fernando Barroso – Presidente
Adriana Seber – Vice-Presidente
Abrahão Hallack – 1º Tesoureiro
Afonso Vigorito – 1º Secretário
Gustavo Betarello – 2º Tesoureiro
Vaneuza Funke – 2ª Secretária

Em suas palavras de início de gestão, o novo presidente lembrou a todos que “Assim como no transplante, nossa Sociedade é feita por muitas mãos. E, é graças ao empenho de todos nós que temos crescido”.

“Número de transplantes de medula aumenta mesmo durante a pandemia”

Começamos este sábado, 25/09, compartilhando com vocês esta informação, que foi manchete em um dos maiores veículos de imprensa do País, o Jornal Hoje.

Transmitida ontem, a reportagem contou com a participação de nosso diretor, Dr. Fernando Barroso e, também, com o relato de pacientes como o André, da página @caçadoresdemedula.

Você pode assistir a matéria completa aqui https://bit.ly/sbtmo-aumento-tmo-brasil

Para se ter uma ideia do cenário, em 2020, houve um total de 554 procedimentos, entre adultos e pediátricos, um número inferior aos anos anteriores à pandemia do coronavírus. Este ano, só no primeiro semestre, já alcançamos 649 pacientes transplantados. Dados que nos reforçam que estamos no caminho certo, pois sabemos que pacientes em programas de TMO, muitas vezes, não podem esperar. O transplante é a única chance de sobrevida e qualidade de vida, até mesmo, cura.

Questionado sobre as razões que levaram a este crescimento, Barroso destacou dois aspectos cruciais: o primeiro deles, foi o fato de os serviços de TMO terem adotado os protocolos de segurança, tais como a testagem dos pacientes e dos membros das equipes multi. Quando fala em recomendações, o diretor da SBTMO refere-se tanto àquelas elaboradas pela Sociedade, elaboradas pela infectologista e membro de nossa entidade, Dra. Clarisse Machado, quanto aos estudos publicados com base na experiência dos centros brasileiros neste período de pandemia. Outro aspecto, foi o fato de os doadores terem se mantido mobilizados a doar, quando recrutados.

“A confiança e adesão dos doadores, pacientes e profissionais da saúde nos protocolos da Covid que preparamos, com referências em evidências nacionais e internacionais, têm sido fundamentais para esta evolução”, refere Barroso, que também é chefe do TMO do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC-UFC), um dos serviços que se manteve ativo, mesmo durante a pandemia.

Desde o início da propagação do SARS-CoV-2, a Sociedade realizou dois levantamentos. O último deles, acaba de ser publicado no Journal of Bone Marrow Transplantation and Cellular Therapy (JBMTCT) – edicão especial dos Anais do XXV Congresso da SBTMO 2021 nosso evento anual, que ocorrerá de 5 a 9 de outubro. O artigo traz os dados da prática de 54 dos 86 centros qualificados a realizar o TMO no país, o que equivale a 62,7%. Você pode conferir a íntegra do estudo e seus resultados aqui, na página 62 do periódico

O trabalho foi um dos selecionados para apresentação oral e será apresentado no dia 6 de outubro por Barroso, que é autor principal do estudo, na sessão de resumos, que acontecerá a partir de 8:00, na sala virtual 03. Saiba mais sobre o Congresso aqui www.congressosbtmo.org.br

Uma JBMTCT para chamar de sua

Que tal ter um volume do Consenso SBTMO 2020 impresso para chamar de seu?

Sim, você pode ter a revista – literalmente ao alcance de suas mãos – para folhear e consultar sempre que necessário, além de poder disponibilizar em seu serviço, para que todos possam ter acesso aos conteúdos também.

Atendendo a pedidos, providenciamos mais uma tiragem especial da última edição de nossas diretrizes.
Para adquirir o seu exemplar, fale conosco: contato@sbtmo.org.br

Aproveite! As unidades são limitadas

Conheça Journal of Bone Marrow Transplantation and Cellular Therapy – o periódico científico oficial da SBTMO