Bussulfano: SBTMO realiza reunião com Pierre Fabre


Em reunião realizada com nossa diretoria ontem, dia 21 de janeiro, o Laboratórios Pierre Fabre do Brasil LTDA reiterou seu compromisso de manter o abastecimento do bussulfano no Brasil até junho de 2021.

Além de esclarecer sobre as questões que levaram a esta iminente possibilidade de não haver mais o medicamento no país após estes 6 meses, a empresa, como parte de seu compromisso com a comunidade de pacientes, referiu que “como providência imediata após reuniões realizadas com a Anvisa, havia protocolou na data de 19/01/2021 o pedido de excepcionalidade para importação de Busulfex (bussulfano injetável – USA) à diretoria colegiada da Agência. Tal
medicamento é proveniente de um outro parceiro da Otsuka, que atenderia o mercado brasileiro até metade de 2022, para que haja mais tempo de se buscar uma solução definitiva para a normalização das importações.”

O gerente geral do laboratório, Philippe de Carvalho, ressaltou ainda que a “alternativa que a Pierre Fabre está propondo é temporária e tem como intuito, ao prover um tempo estendido de abastecimento, ofertar conforto e segurança tanto ao paciente quanto à comunidade médica, até que o Ministério da Saúde encontre uma solução permanente. Existem vários fabricantes de bussulfano ao redor do mundo, muitos deles com filiais no Brasil, que poderiam
solicitar um registro à Anvisa e, com isso, abastecer o mercado brasileiro continuadamente”. (vide carta pós-reunião enviada à SBTMO – clique aqui)

Hoje, a Pierre Fabre é distribuidora exclusiva do fármaco Busulfex®️ em nosso País.

Exatamente por isso, nós, SBTMO e SOBOPE, defendemos que até que o registro de outra marca de Bussulfano seja regularizado no Brasil, a SBTMO julga imperativa a importação em caráter excepcional, mesmo sem registro, de produto já aprovado pelo FDA ou EMA, tendo em vista a instrução normativa de 2014 da própria ANVISA (IN Nº 1, 28/02/14 DOU nº 43 de 05/03/14); seria necessária apenas a sua atualização, incluindo o Bussulfano.

Somente desta maneira poderemos evitar o desabastecimento do medicamento e a interrupção do programa de Transplante de Medula Óssea no país, que colocaria diretamente em risco de vida nossos pacientes.

Confira mais informações sobre as ações que vêm sendo empreendidas para que possamos garantir que não haja falta do bussulfano pasra nossos pacientes em programas de TMO.

Leia também:

Bussulfano: SBTMO divulga carta aberta aos órgãos competentes para que não haja o desabastecimento do fármaco

União e ações estratégicas marcam a luta pela manutenção do fornecimento do bussulfano

Comunicado Pierre Fabre do Brasil sobre o desabastecimento de bussulfano- 14/01/2021

Transplante de medula óssea sob risco iminente

Bussulfano: mais de 30 dias sem uma solução para evitar a falta do fármaco

Desabastecimento de Bussulfano no Brasil: comunicado SBTMO e SOBOPE


Notícias Recentes

Notícias

Ricardo Pasquini recebe prêmio Mechtild Harf Science


admin, 23 de junho de 2022

Notícias

Já estão disponíveis on-demand as aulas do Encontro Regional SBTMO – Edição Minas Gerais


admin, 23 de junho de 2022

Internacional

Estudo brasileiro de Mieloma é Best Abstract no Tandem Meetings 2022


admin, 28 de abril de 2022

Internacional

Especial: GT GDS SBTMO no TANDEM Meetings 2022


admin, 28 de abril de 2022