Sociedades médicas publicam carta aberta sobre a falta de remédios indispensáveis para o tratamento de câncer
09/02/2018

Foi publicado último dia 6, no Jornal Corrreio Braziliense, uma carta aberta às autoridades de saúde assinada pela presidente do Movimento Todos Juntos Contra o Câncer e da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemias, Merula Steagall, com apoio da SBTMO e de outras sociedades médicas, sobre o desabastecimento de drogas essências de combate ao câncer. 

Os responsáveis pela carta fazem um apelo para que governo, indústrias farmacêuticas, sociedades especializadas e sociedade civil possam tomar medidas efetivas contra a falta de medicamentos vitais para o tratamento de pacientes oncológicos, pacientes de doenças hematológicas e aqueles que passaram pelo transplante de medula óssea.

Segundo as sociedades, a maior causa do desabastecimento é a falta de interesse financeiro, associada a problemas de distribuição, legislação, carga tributária e problemas nas plantas de fabricação, prejudicando o tratamento milhares de brasileiros, especialmente aqueles que utilizam o Sistema Único de Saúde.

 

Leia a carta na íntegra