Convidados Internacionais na área de TMO estão entre os destaques do SBTMO 2017
03/08/2017

A programação do SBTMO 2017 está repleta de convidados internacionais que atuam em TMO e que irão compartilhar experiências dos países que são referência no procedimento, além de estudos científicos, atualização clínica e novidades de cada parte do mundo, de acordo com a região de atuação. Conheça alguns dos especialistas convidados pela organização do congresso para que os participantes possam usufruir do melhor conteúdo científico da atualidade.

Alemanha

Hans-Jochem Kolb: considerado pioneiro no transplante de células-tronco na Alemanha, país de origem do médico especialista em oncologia e hematologia. Graduado em Medicina pela Universidade de Munique, onde atualmente é Diretor do Programa de Transplantes de Medula, trabalhou como pesquisador em TMO experimental e clínico na Divisão de Oncologia da Universidade de Washington. Atualmente professor aposentado da Ludwig Maximilian University de Munique. Senior advisor Unidade de TMO Klinikum Schwabing. Mais informações: goo.gl/wynXtW.

Estados Unidos

Amin Alousi: Tem como campo de pesquisa a prevenção e tratamento de enxerto versus hospedeiro, doença para a qual é o principal investigador em numerosos ensaios clínicos. Também ajuda a estabelecer diretrizes no MD Anderson Cancer Center a nível nacional para as necessidades de "sobrevivência" para pacientes após transplante alogênico. É Professor Associado de Medicina no departamento de Transplante de Células-Tronco e Terapia Celular da mesma entidade e certificado em Medicina Interna, Hematologia Adulto e Oncologia Adulto. Mais informações: goo.gl/okHFlN.

Marcelo Pasquini: Professor Associado de Medicina na Divisão de Hematologia e Oncologia do Medical College of Wisconsin. Brasileiro, completou a faculdade de medicina na Universidade Estadual de Londrina. Atua como Diretor Científico Sênior de Ensaios Clínicos no Centro de Pesquisas Internacionais de Transplantes de Sangue e Medula (CIBMTR), onde se concentra em pesquisa clínica. Sua prática médica é focada em malignidades hematológicas, incluindo mieloma múltiplo, leucemia mielóide aguda, mielodisplasia e o uso de transplante de sangue e medula para o tratamento destas doenças. Mais informações: goo.gl/NtBNqv.

Mary Flowers: Diretora do Programa de Acompanhamento de Longo Prazo de Cuidados Clínicos para Adultos na fase pós-transplante. Tem como característica de atuação na medicina de estabelecer diagnóstico e projetar tratamento para complicações tardias após transplante de células hematopoéticas. A brasileira, formada na PUC/RJ, tem como foco de pesquisa clínica o manejo do enxerto crônico contra a doença do hospedeiro e o manejo da malignidade recorrente após o transplante com Infusões de linfócitos doadores. Mais informações: goo.gl/IfRH6E.

Sérgio Giralt: Especialista no tratamento de mieloma múltiplo, pesquisa desenvolvimento de novos regimes de condicionamento para transplante autólogo. É chefe do Serviço de Transplante de Medula Óssea para Adultos do Memorial Sloan Kettering. Atuou na Universidade M.D. Anderson Cancer Center, onde foi vice-presidente do Departamento de Transplante de Células-Tronco e Terapias Celulares. Em maio de 2010, ingressou na faculdade do Memorial Sloan Kettering Cancer Center para liderar o Serviço de Transplante de Medula Óssea em Adultos. Graduado em Medicina pela Universidad Central de Venezuela, tem cadeira no comitê de direção da Rede de Ensaios Clínicos de Transplantes de Sangue e Medula, grupo financiado pelo governo americano que define a agenda de pesquisa para o transplante de células-tronco. Mais informações: goo.gl/OWik8X.

Simrit Parmar: Professora Assistente do Departamento de Transplante de Células-Tronco da Divisão de Medicina do Câncer da Universidade do Texas MD Anderson Cancer Center. Na pesquisa científica básica é focada em células T reguladoras, patogênese da doença e prevenção de distúrbios auto-imunes, incluindo enxerto versus Doença do hospedeiro. Tem envolvimento com o Programa Acadêmico global (GAP) no MD Anderson Cancer Center e expanção da rede nas demais instituições. Além disso, atua na rede de tratamento de lesões por radiação e é membro do Conselho de Assessores para o MD Anderson Centro de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo. Indiana, é formada em Medicina pela Faculdade médica e hospital de Dayanand, Ludhiana, Punjab. Mais informações: goo.gl/MywfXC.

Stefan Octavian Ciurea: Professor Associado de Centro de Transplante de Células-Tronco e Terapia Celular do MD Anderson Cancer Center. Graduado pela University of Medicine and Pharmacy Pope Gregory, tem interesse de pesquisa em doadores relacionados não-compatíveis, que segundo ele, são uma fonte potencial de células estaminais para praticamente todos os pacientes que não têm um irmão ou doador não relacionado. Além de ampliar o uso de células-tronco de parentes não compatíveis, identificando barreiras contra o transplante bem-sucedido, otimizando os regimes de condicionamento, separando o efeito do enxerto versus tumor da doença do enxerto contra o hospedeiro e incorporando novas estratégias para aumentar a imunidade antitumoral, como o uso de Terapia celular. Mais informações: goo.gl/HDZDd1.

Inglaterra

Robert Gale: Pesquisador médico da Division of Experimental Medicine, em Londres. Entre as áreas de pesquisa, estão leucemia e outros distúrbios da medula óssea. É um especialista em biologia da leucemia, etiologia, transplante de medula óssea, linfoma e mieloma múltiplo. É professor do Departamento de Medicina do Imperial College London, formado em Medicina pela State University of New York. Tem publicado mais de 800 artigos científicos e 20 livros sobre leucemia (biologia e tratamento), transplante (biologia, Imunologia e tratamento), imunologia do câncer e radiação (Efeitos e resposta a acidentes). Mais informações: goo.gl/gySK04.