Descoberta de células-tronco cancerosas pode mudar perspectivas de tratamentos
28/11/2016

Pesquisadores da Universidad de la República (UDELAR), do Uruguai, apontam para a existência de células-tronco tumorais.

As conclusões do estudo mostram que pode haver uma variedade de tipos de células cancerosas e que algumas atuem como células-tronco que se reproduzem e sustentam o câncer, de forma semelhante à que células-tronco normais se derivam em órgãos e tecidos.

A descoberta pode ser um grande diferencial no tratamento do câncer. Leia a íntegra da publicação da FAPESP: http://bit.ly/2fFTH1h