XX Congresso da SBTMO terá encontro entre doador e transplantado no dia de encerramento
23/08/2016

O encontro entre um doador de medula do Ceará com um paciente transplantado do Rio de Janeiro ocorrerá no encerramento do XX Congresso da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea – SBTMO 2016, que acontece em Fortaleza, entre os dias 24 e 27 de agosto, com apoio do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), da rede pública do Governo do Estado. “A revelação é sempre um acontecimento muito positivo, pois chama a atenção e sensibiliza as pessoas para esta causa tão nobre, que é a doação voluntária e altruísta, tanto de medula óssea, quanto de sangue”, ressalta o presidente da SBTMO e responsável pelo setor de medula óssea do Hemoce, Fernando Barroso.

Na ocasião, um adolescente de 19 anos, que mora no Rio de Janeiro e descobriu que sofria de Leucemia Linfoblástica Aguda B e T aos 15 anos, vai conhecer o doador, que mora em Fortaleza. O transplante ocorreu em outubro de 2013, após 14 meses de tratamento e 17 meses do surgimento dos sintomas mais agudos.  De acordo com a mãe do paciente, Kelen Fonseca, a família viveu grandes mudanças neste período. Ela deixou o emprego em um escritório de design de interiores para cuidar do filho; mudou-se com a filha de apenas quatro anos e o marido para a casa de parentes para facilitar a logística, pois morava a 66 quilômetros Instituto Nacional do Câncer – Inca, onde o garoto fazia tratamento; teve de lidar com o sofrimento do filho e o viu querer desistir de viver várias vezes. “O momento mais difícil pra mim já não era mais ver as reações das quimioterapias, nem as perfurações de agulhas ou os inúmeros exames que ele fazia, mas quando ele começou a desistir de lutar. Ah, como doeu!”, relembra.

O doador tinha 39 anos na época e devido à sua profissão de farmacêutico consultor em oncohematologia, ele conhecia de perto a luta dos pacientes que sofrem com câncer, o que o motivou a fazer, em 2011, o seu cadastro no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea – Redome, por meio do Hemoce.


Leia mais: goo.gl/SaVFUz


Fonte: Ascom Hemoce (CE) / Ascom SBTMO.