FAPESP é destaque na Nature em ciência na América do Sul
16/06/2014

 A América do Sul assistiu a um aumento importante na sua produção científica nas últimas duas décadas. A análise é da revista Nature e mostra que o investimento em pesquisa tem aumentado na maioria dos países. No entanto, dada a participação da região em termos de população e PIB mundial, o resultado ainda é aquém do esperado.

O Brasil responde por 2/3 das pesquisas e lidera a produção científica na região, com 46.306 citações na base de dados do portal Scopus em 2013. Nos últimos 20 anos a produção científica brasileira quintuplicou, mas a qualidade da investigação preocupa.

A edição especial ainda traz textos sobre o tipo de ajuda internacional que pesquisadores sul-americanos consideram benéficos para a ciência da região, exemplos de esforços para repatriar cientistas, mapas e gráficos com indicadores de produção científica na América do Sul e declarações de cientistas da região, como Carlos Nobre (MCTI), José Eduardo Krieger (Universidade de São Paulo) e Sidarta Ribeiro (Universidade Federal do Rio Grande do Norte), sobre o que é preciso fazer politicamente para se fortalecer a ciência.

Leia mais em: www.nature.com/news/stars-of-south-american-science-1.15392