Ministério da Saúde anuncia incorporação de TMO para pacientes com anemia falciforme no SUS
22/10/2013

Audiência pública realizada pela Comissão de Seguridade Social e Família, da Câmara dos Deputados, no dia 15 de outubro, debateu as diretrizes para a promoção da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra e a utilização de células-tronco em pacientes com anemia falciforme.

Na ocasião, a coordenadora do Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde, Patrícia Gonçalves Freire, revelou que portadores de anemia falciforme com indicação de transplante de medula óssea (TMO) poderão ser submetidos ao procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a partir do ano que vem. Atualmente, a indicação de TMO para pacientes com anemia falciforme é experimental, mas os resultados apresentados originaram o consenso de que o procedimento deveria ser ofertado no SUS.

Patrícia enfatizou que as regras para a indicação do TMO para pacientes com anemia falciforme no SUS devem ser colocadas em consulta pública em dezembro. Segundo ela, a expectativa é que 100 pacientes sejam beneficiados com esse procedimento anualmente.