Dia Mundial de Lavar as Mãos
16/10/2013

Para conscientizar a sociedade sobre a importância da higienização das mãos, o Dia Mundial de Lavar as Mãos é celebrado no dia 15 de outubro. A higiene das mãos foi consagrada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das seis metas de segurança do paciente.

Embora pareça simples, a infectologista pediátrica e membro da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátria (SOBOPE), Fabianne Carlesse, enfatiza que o hábito de lavar as mãos pode prevenir doenças, principalmente em pacientes com câncer. “Devido ao tratamento quimioterápico, pacientes oncológicos possuem o sistema imunológico debilitado e isso aumenta o risco de infecção”, explica.

Fabianne observa que o tratamento reduz as defesas do organismo e os microrganismos se tornam muito mais perigosos do que realmente são. Segundo ela, medidas simples previnem infecções que teriam grande impacto na sobrevida destas pessoas. “É necessário que haja uma conscientização da importância da higienização das mãos também entre os familiares dos pacientes e os profissionais de saúde”, destaca.

Aprenda quando higienizar as mãos:
1 - Sempre que chegar da rua e quando suas mãos estiverem visivelmente sujas;
2 - Antes de preparar as refeições;
3 - Após usar o banheiro, trocar fraldas ou levar crianças ao banheiro;
4 - Antes e após cuidar de crianças que estão doentes;
5 - Após assoar o nariz, tossir ou espirrar;
6 - Após brincar com animais de estimação;
7 - Após mexer no lixo, jardim ou limpar a casa;
8 - Antes e após o cuidado de feridas;
9 - Antes e após administrar medicações;
10 - Após mexer ou lidar com dinheiro.

 

Conheça 10 medidas especiais de higiene que os pacientes oncológicos devem manter para evitar doenças que ocorrem por contato direto:

1 - Higienização adequada das mãos;
2 - Higienização adequada dos alimentos a serem ingeridos;
3 - Manter unhas limpas e curtas;
4 - Evitar levar objetos a boca;
5 – Pais de crianças pequenas devem ter atenção especial ao cuidado e esterilização de mamadeiras e chupetas;
6 - Não compartilhar objetos que não podem ser higienizados;
7 - Evitar ambientes fechados;
8 - Atentar-se para a presença de paredes mofadas dentro de casa;
9 - Não ingerir alimentos que não saiba a procedência;
10 - Evitar contato com pessoas doentes, como gripadas.