Ministério da Saúde estabelece número de novos cadastros para doação de medula óssea
27/09/2013

 Por meio da Portaria nº 2.132, de 25 de setembro de 2013, publicada no Diário Oficial da União, o Ministério da Saúde estabelece novos quantitativos físicos para manter a regulação do cadastro de novos doadores voluntários de medula óssea e outros progenitores hematopoéticos no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e na Rede BrasilCord. Confira aqui a Portaria nº 2.132, de 25 de setembro de 2013.

A medida visa garantir a adequada representatividade da diversidade genética da população brasileira nesses registros, a oportunidade de identificação de doadores histocompatíveis e assegurar a utilização adequada dos recursos financeiros disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Confira abaixo o número máximo de cadastro de doadores voluntários de medula óssea/ano por estado:

Acre 2.594
Alagoas 10.823
Amazonas 10.162
Amapá 2.389
Bahia 20.000
Ceará 15.000
DF 9.055
Esp. Santo 12.233
Goiás 12.000
Maranhão 15.500
Minas Gerais 30.800
M. Grosso do Sul 8.565
Mato Grosso 10.651
Pará 20.000
Paraíba 13.044
Pernambuco 15.000
Piauí 10.807
Paraná 32.430
Rio de Janeiro 14.040
Rio G. do Norte 11.037
Rondônia 6.090
Roraima 1.605
Rio G. do Sul 21.860
S. Catarina 10.140
Sergipe 7.217
São Paulo 72.110
Tocantins 4.847

Fonte: INCA