Jornal O Estado de S. Paulo publica reportagem sobre o TMO em Idoso
12/09/2012

Foi publicada em 11 de setembro na seção Vida, do jornal O Estado de S. Paulo, a reportagem “Novas técnicas abrem possibilidade de transplante de medula óssea em idosos”, sendo fonte o sócio-fundador e conselheiro da SBTMO, Nelson Hamershlack.

Com base nos estudos discutidos durante o XVI Congresso da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO), realizado em agosto de 2012, em Ribeirão Preto, o jornal trabalhou o levantamento feito pelo Registro Internacional de Transplante de Medula Óssea (CIBMTR), no qual eram apresentados resultados similares entre jovens e idosos que foram submetidos a transplante não mieloablativo, técnica já consolidada no mundo todo, que reduz de maneira significativa a toxicidade do procedimento (TMO). A matéria traz também perspectiva do Ministério da Saúde de revisão da Portaria 2.600, de 2006, que ampliaria o limite de idade de pacientes submetidos ao TMO em cinco anos, sendo este aspecto abordado por Luis Fernando Bouzas, diretor do Centro de Transplante de Medula Óssea do Inca, e também 1º tesoureiro da Sociedade.

Leia a reportagem na íntegra 

 

Matéria é destaque também nas REDES SOCIAIS do Estadão 

Além do alcance de leitores da versão impressa, a reportagem chamou a atenção dos usuários das Redes Sociais, Facebook e Twitter, que tem compartilhado, curtido e comentado a reportagem sobre o TMO no idoso. 

Para se ter uma ideia, após seis horas da postagem da notícia no facebook do jornal, já havia registro de mais de 150 “curtir” e 90 compartilhamentos, além de comentários dos internautas de apoio à terapêutica como opção para idosos que necessitam de TMO.